Categorias: Dicas, Meio ambiente

Terrários

         TITULO TERRÁRIOS

        Uma vez vi uma foto no Instagram de suculentas coloridas. Apesar de o nome parecer apetitoso, as suculentas são espécies de plantas que conseguem reter água, normalmente encontradas em solos áridos. Fiquei maravilhada com sua beleza e logo comprei quatro para deixar no meu jardim. Elas são super fáceis de cuidar! Para quem é um pouco esquecida como eu, a rega é só a cada 15 dias.

a172425603d7868771cc3e209b62af52

Foto: Pinterest

            Bem, pesquisando mais sobre suculentas, encontrei vários resultados sobre o famoso terrário. Sinceramente nunca tinha ouvido falar dele antes, mas percebi que muitas pessoas estão criando esse miniecossistema em um potinho. Além de ficar muito bem em espaços pequenos (boa pedida para quem mora em apartamento), dispensa muitos cuidados e é também muito educativo para crianças.

            Terrários são recipientes de vidros, fechados ou abertos, nos quais é possível reproduzir as condições necessárias para o cultivo de plantas. Para confeccionar um terrário, é necessário comprar areia, terra para jardinagem, pedras, carvão, cascalho e elementos decorativos (se quiser). O recipiente de vidro você pode reutilizar algum pote que você tem em casa (aqueles de mel ou goiabada, sabe?). Ah! E claro, faltou o principal: as plantinhas! Podem ser musgos, suculentas, cactos, entre outras. Pesquise bem as plantas antes de sair comprando, pois tem as que se adaptam melhor em ambiente fechado.

   4c3276193ea2bbd206b2e1a934cced54

Foto: Pinterest

c6951c8d61bc7c7037f5161cb23e2c8d

Foto: Pinterest

            Posso ficar horas contemplando um terrário, mas acredito que sua importância vai muito além de sua beleza enigmática: ele reforça nossa relação com a natureza, muitas vezes perdida na correria do dia a dia. Através desse pequeno ecossistema, conseguimos compreender melhor o ciclo da água e das plantas de uma forma muito didática. O terrário fechado se mantém sozinho, isto é, uma vez regado, as plantas liberam a água das folhas pela evapotranspiração, e depois o vapor fica concentrado no vidro, que condensa e forma uma espécie de “chuva”, realimentando o pequeno sistema. Através da construção de um terrário, percebemos na prática como a natureza é inteligente e autossuficiente. Um excelente instrumento de educação ambiental!

            Estou muito empolgada e agora quero construir meu próprio terrário! Daqui a algumas semanas eu posto como ficou! =)

zenmanners

Foto: Pinterest

Categorias: Dicas

Coleta Seletiva

titulo 2

Na hora de decidir o que é reciclado e o que não é, vem aquela dúvida cruel: É reciclado ou não é? É metal ou plástico ? Se ninguém souber, corremos no Dr. Google (salva vidas rs).

As coisas mudam tão de pressa que até pouco tempo atrás o isopor não era passível de reciclagem. Então, vamos clarear as coisas por aqui rs (eu também fico muito a dúvida, por isso acho muito útil esse post!).

Vamos primeiro acabar com àquela pergunta: você faz reciclagem na sua casa?

Não, não fazemos. Em casa, só fazemos a separação dos materiais, alguma empresa faz esse processo industrialmente.

Alguns sites dizem que todo metal é reciclado, não é bem assim. Como por exemplo, os clips e grampos ainda não são recicláveis. Outra novidade é que a lâmpada LED tem possibilidade de reciclagem de 98% de seus componentes e não tem componentes tóxicos em seu interior (mercúrio).

Sabe aqueles sacos de salgadinhos e barrinhas de cereais? Então, eles são plásticos e não alumínio (engana todo mundo, inclusive eu =`( ). Boa notícia: Eles são recicláveis (no Reino Unido existe uma fábrica só para reciclar este tipo de material).

São feitos de um material chamado (BOPP), um tipo de plástico metalizado. Na prática, poucas empresas utilizam este material para fabricar outros produtos. Também, há falta de identificação correta e pouco interesse de compradores para este tipo de material.

Essas imagens abaixo vão te ajudar a separar corretamente!

reciclavel vidro nao reciclado vidro

reciclavel plastico nao reciclavel plastico

reciclavel metal nao reciclado metal

papel papel n reciclavel

Categorias: Dicas, Meio ambiente

Criando Abelhas em Casa

mel

Li uma vez uma notícia em que uma pessoa estava praticando apicultura (criação de abelhas) em seu apartamento. Achei um tanto quanto bizarro! Acredito que não dormiria tranquila sabendo que ali moram centenas de abelhas, fico imaginando sempre o pior rs.

Cá estou mordendo minha língua! Estamos criando jataí em casa, uma abelhinha bem inofensiva. Ok, mas por que abelhas? Não poderia ser coelhinhos, gatinhos ou até hamsters?

Bom, eu não consideraria as abelhas como animais de estimação rs, mas vamos assumir que sou uma pessoa que provém uma casinha segura para elas, em troca elas me oferecem alimento.

casinha

Figura 01 -Olhem a casinha que fizemos para elas.

Desde criança, sempre tive um pé atrás com abelhas e juro que não era por mal, mas queria elas bem longe de mim. Mal sabia eu que elas são essenciais para a natureza. Depois de crescida, soube que 2/3 do alimento que consumimos são cultivados pela ajuda das abelhas através da polinização (ela ajuda no transporte do pólen de uma flor para outra). Mas, sabia que as abelhas estão desaparecendo do mundo? Como também notei com os famosos vaga-lumes que já são raros de se encontrar! E os grandes vilões são o uso de pesticida nas plantas e pragas.

Voltando à história do meu novo hobbie. A jataí é uma abelha nativa do Brasil e era considerada sagrada pelo povo tupi. O mel dela é usado para uso medicinal e tem diversos benefícios. Como por exemplo, é usado como fortificante e anti-inflamatório, também é bom para quem tem problemas de intestino e aumenta a resistência do organismo. Infelizmente, ela se encontra ameaçada de extinção! Por isso, é importante protegê-la!

mel 3

Figura 02 – O favo das abelhas. Porém é necessário colocá-lo na centrífuga para extrair o mel.

E a parte gostosa ? Olha, o mel é suave e muito saboroso! Eu adorei!

mel l

Figura 03 – Mel da Jataí.

Em um próximo post, vou mostrar como funciona a casinha e o passo a passo para retirar o mel. Aguardem =D

Beijos

 

Links Consultados:

As abelhas estão desaparecendo. E isso é preocupante

http://www.jundiaionline.com.br/colunistas/os-beneficios-medicinais-do-mel-de-jatai-652

 

 

Categorias: Dicas

Receita: Suco de Abacaxi com Coco :p

Receitas Titulo

Meus brotos,

Hoje vou ensinar uma receita bem fácil (faz até de olhos fechados vai!) com os restos da fruta!

Ingredientes:

-Água de Coco de sua preferência;

-Restos da casca de um abacaxi;

-Açucar

Parte 01

Parte 02

Parte 03

Parte 04

Obs.: Nesse caso não adicionei açucar (estou fitness hehe), mas poderia ter colocado! Ahh.. Pode usar folhas de hortelã também (fica uma deeeeliiiixiaaaa)

Categorias: Dicas

Ecoeficiência dos secadores de mãos

 ciclo de vida vr

Fonte: Mercado Livre e Época Negócios (Globo).

Toda vez que lavo as mãos no banheiro no Shopping, bate aquela dúvida cruel: Usar o papel ou o secador elétrico? Qual é mais sustentável?

Hoje vamos responder essa questão com um estudo chamado Análise de Ciclo de Vida (ACV) feito por estudantes de Engenharia Ambiental em 2014 junto com a Fundação Espaço Eco (BASF). Mas afinal, o que é esse estudo?

É um estudo que analisa desde o berço do produto, sua retirada no meio ambiente (matéria-prima) até sua morte, quando vai parar na lixeira (depois aterro sanitário) levando em conta todos os efeitos ambientais associados às etapas produtivas (produção, distribuição e consumo). Vamos dar um exemplo: Você compra um caderno escolar. Para fazer o caderno precisou-se de arame, plástico e papel. Nesse processo, derrubaram árvores e extraíram  matéria primas da natureza que gerou consumo de água, energia, liberação de CO2 (gás carbônico), uso da terra, acidentes de trabalho, etc. Esse estudo avalia tudo isso e no final compara dois produtos, mostrando qual é o mais sustentável.

No estudo realizado pelos estudantes, foi avaliado um Shopping Center de grande circulação (800.000 visitantes por mês), e um centro universitário (2.170 alunos matriculados). A partir de uma pesquisa de opinião com 1.350 respostas, 74% preferem toalhas de papel e 26% pelo secador elétrico. É bem verdade que eu prefiro muito mais usar toalha de papel, enxuga melhor que o secador elétrico.

Os resultados mostraram que a secagem de mãos por meio de jato de ar quente de secador elétrico mostra-se mais ecoeficiente na comparação entre as tecnologias apresentadas. Verificou-se também que em locais de grande visitação, a utilização de secador elétrico destaca-se mais econômica. Infografico_Secagem-de-Mãos_OK_1196x1691 (1)

Fonte: Fundação Espaço Eco – BASF

Quer acessar o estudo?

Baixe aqui ó:

ANÁLISE DE ECOEFICIÊNCIA