Categorias: Meio ambiente

Aquaponia

AQUAPONIA

   Todo mundo se lembra da terrível crise hídrica que enfrentamos nesses últimos dois anos, não é mesmo? No fim das contas, deu tudo certo, graças a São Pedro. Mas fico com pé atrás ao saber que 70% de toda a água potável disponível no mundo é usada na irrigação. No Brasil, esse índice chega a 72%! Sabemos que muita água é desperdiçada na agricultura, e como não está sobrando para ninguém, certamente ela poderia ser usada de forma mais eficiente.

   Já ouviu falar de aquaponia? Para falar a verdade, eu nunca tinha ouvido falar, até ler um artigo sobre o tema na semana passada.

    Aquaponia é a união da criação de peixes com o cultivo de plantas, cujas raízes ficam submersas. Funciona da seguinte forma: os peixes defecam uma substância rica em amônia. Esses dejetos são bombeados para o solo onde estão as plantas hidropônicas; lá elas são nutridas. Ou seja, as plantas obtêm da água do tanque dos peixes, os nutrientes importantes para seu crescimento. Não há resíduos no sistema, a água sempre é limpa e recirculada no sistema. É importante frisar que as bactérias têm papel fundamental nesse ciclo, pois elas “quebram” a amônia em subprodutos para que ela possa servir de nutriente para as plantas.

BackToTheRoots_WaterGarden

Foto: BackToTheRoots – WaterGarden

    Fiquei boba ao saber dos inúmeros benefícios dessa técnica tão conhecida fora do Brasil, mas ainda tão pouco aplicada por aqui. Destacam-se alguns deles:

  • Pode economizar até 90% de água em relação a agricultura convencional;

  • Não produz efluentes lançados no meio ambiente;

  • Pode ser aplicado para uso residencial e comercial;

  • Gera renda e emprego, principalmente em regiões semiáridas, como no Nordeste;

  • Duas fontes de renda no mesmo espaço (peixe e hortaliças);

  • Colabora com a pegada ecológica (alimentação local);

  • Produtos com maior segurança alimentar;

  • Produtos sem uso de agrotóxicos e fertilizantes;

  • É possível cultivar em larga escala;

  • É um sistema flexível e versátil;

    Esperamos ver muitos agricultores replicando essa técnica pelo Brasil, que certamente garantirá mais uma opção de renda e sustento para suas famílias. A boa notícia é que o senador Benedito de Lira (PP-AL) fez um projeto de lei no Senado (PLS 162/2015) que incentiva a técnica de aquaponia pelo uso integrado e sustentável dos recursos hídricos na aquicultura e agricultura, por meio de benefícios tais como prioridade de concessão e renovação de outorga de uso de recursos hídricos, isenção de impostos e crédito rural com juros diferenciados. Fiz uma pesquisa no site do Senado e a última atualização consta que no dia 12 desse mês (setembro), o projeto se encontra pronto para ser pauta de discussão na Comissão de Meio Ambiente, pelo relator Valdir Raupp.

 

Deixe seu comentário